A música e o fantástico: Rhapsody of Fire

magicwizards

Em 1997 uma nova banda entrava no mundo do Heavy Metal, trazendo consigo os sons dos trovões da fantasia…e tal ficou bem claro com o álbum de lançamento “Legendary Tales”. Os Rhapsody, agora Rahpsody of Fire, fundiam música clássica com o som inconfundível do Heavy MetaI, inspirados no género Fantástico e ainda com influências nas soundtracks de cinema de Hans Zimmer e Basil Poledoris.

rhaps_new

Os membros fundadores foram Luca Turilli e Alex Starapoli, em conjunto com o vocalista Fabio Lione. Em 1998 lançaram o álbum Symphony of The Enchanted Lands, Em 2000 Dawn of Victory mostrou o verdadeiro potencial da banda, aperfeiçoado pelos álbuns Rain of a Thousand Flames (2001) e Power of the Dragonflame (2002).

rhapsody_dark_secret_250

Mas foi em 2004 que os Rahpsody conquistaram o universo do Heavy Metal, lançando o EP “The Dark Secret” em 2004, dando aos fãs um cheirinho do que seria o grande album “Symphony of Enchanted Lands II- The Dark Secret onde o actor Christopher Lee narra uma parte da história, muito ao estilo da mitologia criada pela obra de Tolkien.        O novo album é apelidado de Triumph Or Agony .

karten_algalord2

As músicas de Rahpsody of Fire versam sobre a idade média, proclamando valores como o Heroísmo, a honra e a batalha sem fim protagonizada pelo bem contra o mal. Os seus álbuns contam histórias fantásticas de feiticeiros, dragões e cavaleiros, elfos, a essência e o poder da magia, entre outros elementos do universo fantástico. Conta com personagens como   Khaas, Tarish- o Rei Élfico, a princesa Lothen ( Christina Lee, a filha de Christopher Lee, narra as linhas desta princesa), entre outras. O imaginário da fantasia é a inspiração dos Rhapsody Of fire; Ao ouvi-los, passam a ser a nossa inspiração, pois com a sua música melodiosa podemos encarnar no cavaleiro Herói e derrotar o mal, na Enchanted Land!

rhapsody_legendary_250

Podem tomar contacto com os temas da banda no texto infra, retirado do site oficial rhapsodyoffire.com ( peço desculpa por não traduzir o texto, contudo, o tempo que tenho disponível não mo permite)


Legendary Tales

sagas-and-dreamlands

Chaos, fire and blood… rivers of blood! A long time ago the lands surrounding Algalord lived through the worst moment in their history: the deeply despised “times of darkness”… times of bloody battles between the forces of the “Holy alliance” and the hellish army of the bastard known as the “Black King”. In the name of Kron, the cruel and ancient god of war, he crossed the dark mountains with a precise goal: the conquest of Algalord, the holy citadel of enchanted lands, ancient keeper of the secret… the secret of the holy “emerald sword”, the powerful weapon of positive force, the decider of destinies of wars and ensurer of peace…

In that dramatic moment a fundamental decision was taken: thanks to the “wisdom of the kings” the alliance was created. Four brave kings decided to unite their forces to create the mightest army in living memory. Algalord, Irengard, Elgard and Ancelot, all united under the command of Harold “The Brave”. And this meant the victory, the triumph of light on the forces of abyss…

Now, after times of peace and prosperity the nightmare is back and worst than ever before! Algalord is under threat again… in the northern regions the blood of the innocent is already flowing and the pains of torture and rape is splitting the skies…

There’s only one hope left to save the beloved lands: the “three keys of wisdom” on the road to the “ivory gates”. The prophecy is clear: Only a “warrior of ice” with a pure heart will be able to open the gates, located somewhere in the Lands of Chaos and, if he is strong enough to defeat the ancestral guardian, will have the honour of handling the mighty sword and leading the valorous men in an epic crusade for salvation of enchanted lands…

Many warriors tried to reach the legendary “ivory gates” but nobody knows what happened to them because they never returned. Now it is your turn, brave warrior, but remember: to reach the three keys, you have to face the mirror of your sins. So pray that the cold winter will freeze your dark side making your heart pure as ice, or the “emerald sword” will be unreachable once again…

Go now, the way to the middle plains is long and time is short. Go and fight for the triumph of peace and love over all…

the story still has to be written…

frontcoverpower

Roberto Mendes

Esta entrada foi publicada em música com as etiquetas , , , . ligação permanente.

5 respostas a A música e o fantástico: Rhapsody of Fire

  1. Joel Puga diz:

    É uma grande pena que esta banda se encontre, de momento, parada devido a conflictos com a sua editora (o que é um pouco irónico, pois a editora foi criada pelos manowar).

    Já agora, para aqueles que comecem a apreciar Rhapsody of Fire graças à introdução aqui feita pelo Igdrasil, aconselham a que procurem o trabalho a “solo” do Luca Turilli.
    O primeiro album tem um estilo muito semelhante ao de Rhapsody enquanto o último (e também o da outra banda a solo dele) cai um pouco no estilo de nightwish. O segundo, para mim, é o que se salienta mais, pois a história é de ficção científica e a música capta muito bem este espírito misturando o estilo rhapsody com música electrónica. Para o curiosas, aqui ficam uns videos do youtube.

  2. Parabéns pelo post. A literatura fantástica é uma arte de muitas manifestações, sem dúvida! Aliás, como todos os grandes movimentos artísticos/sociais.

    Confesso que conhecia o nome, mas nunca ouvi nada deles. Talvez um dia, com mais tempo, ouça alguma coisa :P (actualmente ando com tantas coisas para fazer! :/)

    Parabéns pela diversificação ;)

  3. Bruno Vieira diz:

    Sim, possivelmente uma das melhores bandas de “instrumental opera” que já tive o prazer de contemplar.
    Uma mistura fantástica de heavy metal com instrumentos clássicos que leva a um som brutalmente épico.

    Músicas a ter em conta seriam talvez a “Power of the Dragonflame” , “Holy thunder force” e “Agony is my name” ( mas existem muitas outras boas também).

    Parabéns pelo post e pela exteriorização desse grande grupo.

  4. Nicolas diz:

    caras,essa banda arrasa com tdas as outras….minha banda preferida

    mas eu nunca consegui entender direito a historia deles,ela eh mto complexa e eu nao tenho tempo de le-la completa,alguem sabe um resumo dela?vlw

    me add no orkut,me mandem um scrap dizendo q sao fans de rhapsody q eu acc na hora
    nicolas_powerrocker@hotmail.com

    ouçam o ultimo album dels,triumph or agony,pra mim eh o melhor deles

    HAIL RHAPSODY!!!!

  5. Claro, Rhapsody é uma banda fantástica e a minha favorita (vai-se lá saber porquê…). As letras, a banda sonora… tudo prima em inspiração. E este post dá uma óptima ideia, para quem não conhece a banda, do que pode esperar.

    Parabéns ^^

    (Já agora queria pedir desculpa por há séculos não aparecer por cá… não foi por desinteresse.)

Deixar uma resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

WordPress.com Logo

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Log Out / Modificar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Log Out / Modificar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Log Out / Modificar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Log Out / Modificar )

Connecting to %s