Saramago Dixit

O escritor português está surpreendido com o falatório em torno do mais novo romance: “tantos que falaram dele sem o ler”, disse. Em conferência de Imprensa, não deixou passar em claro a forma apressada como a Igreja reagiu a “Caim”.

“É o livro de que mais se tem falado, embora não tivesse sido lido”, disse José Saramago, sobre a obra “Caim”, em conferência de Imprensa. “É quase magia, ou em relação a certos sectores, milagre”, acrescentou o escritor, surpreendido com o falatório que a obra suscitou.

“Todo este alvoroço se levanta não por causa do livro mas por causa de uma palavras que disse em Penafiel. E não disse nada que não se soubesse já”, referiu Saramago, sumariando o inferno que há na Bíblia: “Incesto, carnificina e violência de todo o tipo”.

“O Deus da Bíblia é rancoroso, vingativo e má pessoa. O Deus da Bíblia não é de fiar”, sublinhou o Nobel da Literatura, com o exemplo da história de Sodoma, em que Deus esqueceu as crianças e os inocentes, ardendo todos no fogo.

“O que a Igreja queria, e não consegue, era ter um teólogo ao lado de cada leitor da Bíblia para explicar o que lá está”, argumentou. “Eu sou suficientemente ingénuo para ler o que lá está”, argumentou.

Escusando-se a comentar as palavras do eurodeputado do PSD, Mário David, que o exortou a desistir da nacionalidade portuguesa, o escritor  estranhou a forma rápida como a Igreja respondeu. “Ainda o livro estava no forno, a sair para as livrarias, e já a Igreja estava a pronunciar-se”, acrescentou.

“Não ando atrás de polémicas. Tenho umas certas convicções e digo umas certas coisas. Nada disto é gratuito. O Caim é uma companhia muito minha há muitos anos”, revelou José Saramago.

“Que há incompreensão, resistências e lóbis velhos, já se sabia”, continuou. “Sou uma pessoa que desperta anti-corpos em certas pessoas, não sei bem porquê. Mas consigo viver bem com isso”, argumentou.

O escritor reiterou a sua já conhecida opinião sobre a Bíblia e sobre Deus mas concedeu que o livro sagrado, não obstante ser “um rosário de incongruências”, tem cosias admiráveis do ponto de vista literário e do pensamento”. E citou como exemplos positivos “O Cântico dos cânticos” e o “Livro dos Salmos”.

in JN

Esta entrada foi publicada em Autores Portugueses com as etiquetas . ligação permanente.

4 respostas a Saramago Dixit

  1. Quanto a esta polémica, bem, penso que Saramago falou de uma forma que muitos acham incorreta, sendo ele um Nobel. Eu cá acho que ele tem a sua razão quanto à violência que afirma (e eu confirmo) haver na Bíblia.
    Eu acho que já todos sabiam a opinião de Saramago quanto à Bíblia, afinal, já houve uma polémica semelhante em relação ao seu livro “O Evangelho de Cristo”… e por isso, penso que estão a alimentar uma polémica que só traz constrangimentos para todos, quer sejam católicos, evangélicos ou mesmo para quem não acredita num “Deus”.

  2. pventura diz:

    Constrangimento e visibilidade…😉

  3. O que mais me surpreende são as declarações de Mário David, eurodeputado do PSD. Se há algo a que cada um tem direito é à sua opinião, e a expressá-la. Se o Sr. Mário não concorda com a visão de Saramago sobre a Bíblia, pois que fique com a sua.

    Não deveria ser sequer posta a hipótese de Saramago renunciar à sua nacionalidade portuguesa apenas porque vai contra a Igreja.

  4. Surpreende-me que em pleno século XXI, num Estado supostamente laico ainda se dê tanta importância a opiniões privadas sobre a religião, mesmo que estas tenham sido expressadas em público.

    Especialmente por a violência presente na Bíblia não é algo sujeito a interpretações é explicita, nada mais que o reflexo da sociedade e tempo em que os respectivos livros foram escritos. Tão pouco a violência do Deus bíblico é o central das histórias contidas no Livro mas apenas mais um elemento para ilustrar histórias de ficção feitas para ensinar e instituir uma série de condutas morais e conselhos.

    Uma polémica sem sentido, cujo único objectivos presumo que seja o aumento das vendas do livro do Nobel.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s