O Aprendiz de Assassino de Robin Hoobs

Devo confessar que não foi fácil começar a ler este livro. Comprei-o pela curiosidade, e pela vontade de voltar  a ler Fantástico estrangeiro depois de já estar há alguns meses a ler apenas o Fantástico nacional. E nos primeiro capítulos quase que me arrependi… Embora, no final, me sinta recompensado!

Trata-se de uma história que se deve ler em lume brando…

O Rapaz – o personagem principal da história – é entregue pelo avô aos militares da Torre do Cervo, pois é filho bastardo de um importante monarca. Rapaz não é o nome dele, mas, na verdade, também não tem um.

O mundo desta história tem regras muito próprias, entre as quais existe a de o nome ser dado com base nas habilidades naturais de cada um, ou características muito próprias, ou ainda por traços de personalidade. A autora consegue, desta forma, acentuar a falta de préstimo do personagem, já que esta é, sem dúvida, a única coisa em que todos os outros concordam ao longo da história e é aquilo que melhor caracteriza o Rapaz para quem o conhece pouco.

No entanto, o Rapaz, tomado debaixo da protecção Castro, um homem dos estábulos, acaba por cair nas boas graças do Rei e é aí que tudo começa a tornar-se mais interessante.

Enquanto o Rapaz, que começa ser tratado por Fitz, é ensinado nas mais diversas artes sem saber bem porquê, vê a sua inteligência desenvolver-se com o aprendizado específico que lhe estava  a ser ensinado e apercebe-se de que o Rei tinha um propósito para si que deveria manter em segredo.

A história dá o grande salto quando Fitz recebe o ensinamento do Talento. É aqui que a personalidade do Rapaz vai formar-se e foi a partir daqui que a história ganhou vida. Aquela vida que nos faz devorar os livros…

Resumindo: o Rapaz passou de inútil a uma peça essencial do reino e no final… Bem! Não vou dizer, como devem calcular!

Sobre Paulo J Fonseca

Escritor, leitor, apreciador do cinema e videojogos, admirador de artes digital e «ouvidor» de música. Gosto de divulgar tudo aquilo que me parece bom, tal como alertar para tudo aquilo que, parecendo bom, pode não ser tão bom assim.
Esta entrada foi publicada em Uncategorized com as etiquetas . ligação permanente.

Uma resposta a O Aprendiz de Assassino de Robin Hoobs

  1. Pingback: Esta semana… « Rascunhos

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s