João Barreiros na Mesa Redonda “Ficção Científica Internacional, ilusão ou realidade”!

Está confirmada a presença de João Barreiros como orador na mesa redonda a iniciar às 17:00 horas no Clube Literário do Porto, dia 23 de Janeiro, evento incluído na apresentação da revista Dagon!

O programa será então o seguinte:

16:30 : Inauguração da exposição de arte fantástica na Galeria

17:00: Mesa Redonda na Galeria da Cave do Clube Literário Do Porto com o tema “Ficção Científica Internacional, ilusão ou realidade?”. Oradores: Luís Filipe Silva e João Barreiros

17:45: Mesa Redonda na Galeria da Cave, com o tema “Literatura Fantástica Portuguesa, que Futuro?”. Oradores: Rogério Ribeiro e Pedro Ventura.

18:20: Pequeno Intervalo.

18:30: Apresentação da revista Dagon na Galeria com Roberto Mendes e Carlos Lopes.

Fica de novo a morada do Clube literário do Porto aqui!

Outras novidades vão surgindo , como a nova colecção de literatura fantástica da editora edita-me, a ser desvendada na apresentação.

Brevemente estarão disponíveis duas entrevistas sobre a Dagon. Numa delas sou entrevistado pelo escritor Brasileiro Fábio Fernandes, para os seus sites na web. Noutra sou entrevistado pelo Filipino Charles Tan, que tem conduzido muitas entrevistas nos últimos anos para o site dos Nebula Awards. A ser publicada no WorldSf.wordpress.com, blogue do editor Israelita Lavie Tidhar.

Espero ver-vos a todos na apresentação:)

Roberto Mendes

Esta entrada foi publicada em Autores Portugueses, Blog Related com as etiquetas , , , , . ligação permanente.

23 respostas a João Barreiros na Mesa Redonda “Ficção Científica Internacional, ilusão ou realidade”!

  1. Podes contar desde já com a minha presença🙂

    • igdrasil diz:

      Que excelente notícia! Temos de falar sobre o e-book de terror que nos propusemos a criar e, quem sabe, sobre futuras submissões tuas para a Dagon!:)

      Um abraço

  2. A todos os que pensam ir ao lançamento,
    para o caso de necessitarem de alguma orientação mais específica (quer para planear, quer no próprio dia), aqui ficam os meus contactos:

    email: carlos.lopes@edita-me.pt
    Tlm: 965 393 431

    Disponham!

    Abraço.

  3. Já agora, qual vai ser o preço da revista?

    Um abraço,
    Rogério

    • igdrasil diz:

      Olá Rogério,

      A revista terá o seguinte formato:

      A5, formato de revista académica com capa e contracapa a cores, bem como o reverso. Miolo a preto, com páginas a cores, especialmente para os desenhos do artista que desenhou a capa. 80 páginas no total.

      Basicamente é um pequeno livro. Será vendida a 8euros P.V.P. Foi feito um esforço para manter o preço mais baixo possível;

      Um abraço

      Roberto

  4. igdrasil diz:

    Ah…esqueci-me: papel creme de livro no miolo!

  5. anacnunes diz:

    8 euros?
    O.o
    Isso é muito dinheiro!
    Valha-me Deus! Por uma revista de 80 páginas?
    Está bem que têm de pagar aos autores e têm despesas de impressão, mas isso é ridículo, se me permitem dizer.

    Não acham que é muito puxado?

    • igdrasil diz:

      Olá Ana,

      Pois, eu sei que pode parecer demasiado, mas posso garantir que a margem de lucro é mínima e que os orçamentos me deixaram perceber que não é nada barato publicar este tipo de projectos. Mas optámos por formato livro, cozido com lombada, capa e papel de miolo de livro, com algumas páginas a cores sobretudo para as ilustrações, para que a edição tenha boa qualidade e boa relação qualidade/preço! No fundo é um livro, com substância de revista. Apenas seria possível um preço menor cortando na qualidade ou então com uma tiragem muito grande, digamos 500 exemplares (mas desta forma seria um descalabro, não existe mercado suficiente para esta aposta…). Não te esqueças das traduções, que não são baratas e de outro tipo de trabalho, como a edição gráfica.

      Quanto à qualidade podem ficar descansados, e quanto ao preço é mesmo o melhor possível!

      Roberto Mendes

      • anacnunes diz:

        Eu continuo a achar um absurdo. Uma revista é uma REVISTA, por isso não a compro à espera de uma encadernação de livro, nem coisa que pareça. Sinceramente, acho que estão a exagerar, por mais que tenham de pagar traduções e etc. É muito dinheiro para dar de 3 em 3 meses por uma revista de 80 páginas.
        E ainda por cima a preto e branco. Se fosse a cores, ainda justificava um pouco (embora não muito), mas a preto e branco, que fica a menos de metade (muito menos de metade) do preço de a cores. Desculpem mas por mais “razões” que mostrem, não acho que haja justificação para um preço desses.
        Não podem mesmo esperar ter grandes vendas com um preço desses, pois não?
        Assim sendo o preço nunca vai baixar, pois as tirangens serão sempre irrisórias.

        Desculpem a minha frontalidade, mas sinto-me um pouco “abalada” por esta notícia. Eu vou à apresentação, mas não sei se vou comprar a revista. Não por esse valor.

    • Luís Rodrigues diz:

      Caro é favor. Ainda me lembro quando a malta se queixava dos 3,90 euros da Bang!, que tinha tamanho e formato comparáveis.

  6. Por outras palavras, a única maneira de diminuir o preço seria a revista ter sucesso o suficiente para permitir uma maior tiragem.

    http://cronicasobscuras.blogspot.com/

  7. igdrasil diz:

    Exactamente Vitor!

    Veremos se assim acontece, espero que sim:)

  8. Ou a impressão digital, se bem que o mais caro seria mesmo o designer gráfico… ou então o igdrasil pode investir num curso de Indesign🙂

  9. Bom, quero 3 exemplares, ficam já “apalavrados”.

  10. Rita Rosado Comércio diz:

    Revista = publicação periódica de cunho informativo, jornalístico, literário ou de entretenimento, geralmente voltada para o público em geral.

    Ora uma revista não o é pelo papel em que é impressa, pela capa, pela lombada!!!

    A Dagon é uma REVISTA pela periodicidade com que sairá e pelo carácter i) informativo, ii) literário, iii) de entretenimento.

    É uma publicação dotada de periodicidade que procura chegar aos seus leitores desenhando-se por parâmetros de qualidade tal qual um livro!

    Alguém acha que um LIVRO de 80 páginas com 4 contos e um texto poético(carácter literário), 4 artigos e uma entrevista (carácter informativo), e ilustrações relacionadas com a temática do fantástico que custa 8€ é caro?

  11. Quanto ao preço, opino depois de ter a revista (ou livro, como preferirem!) na mão!😉

    Abraço,
    Rogério

  12. Oh, céus! Moderação?!
    Espero que seja por alguém se ter excedido, e não pelo simples facto de se terem instaurado pontos de vista díspares…

    Abraço,
    Rogério

  13. Carla diz:

    A não ser que surja algum imprevisto de última hora, amanhã lá estarei!🙂

  14. pventura diz:

    Bem… entendo que estes sejam tempos de crise, mas não me parece um valor excessivo.

    Por exemplo:

    a revista Moto Jornal custava ( em 2006 – não sei quanto custará agora ) 2,95 e era mensal, o que dava quase 9 euros em 3 meses.

    aquelas revistas cor-de-rosa semanais custam cerca de 1,25 ( é isso, não é? ), o que dá 15 euros em 3 meses. E permitam-me opinar que é dinheiro muito mal gasto…

    Um tipo de compre o Expresso… Ainda custa 3 euros? Dá 12 euros por mês, 36 em 3 meses.

    8 euros dá para 2 maços de cigarros e uns trocos – coisa que me dura para 2 dias…

    8 euros dá para 13/14/15 cafés. Um café por dia ( quem me dera ser só isso… ) em três meses dá 54 euros!

    Uma saída à noite… Quanto custa?

    Será assim tão escandaloso uma revista trimestral por 8 euros?

    Temos de ver que a edição é pequena e que isso faz o valor subir astronómicamente. Além do mais julgo que os “directores” terão de ter algum lucro nem que seja minímo ( se calhar nem isso ). Acho que nenhum deles é milionário para estar a pôr dinheiro do seu bolso e, a não ser que surja por aí um mecenas, não têm patrocinio. Isto da carolice já foi chão que deu uvas…

    Acho que ir ao BES está fora de questão…

    Tenhamos um pouco de contenção…

    Quanto a saber se a qualidade literária da revista vale os 8 euros, isso depois fica ao critério de cada um. Mas não vamos já dar uma de Velho do Restelo e desejar “afundamentos” de antemão…

    • Luís R. diz:

      Um tipo que compre o Expresso tem muito mais material de leitura, e provavelmente com mais qualidade e relevância, do que se comprar um fanzine por qualquer valor. Não se compara uma coisa com outra.

      Quanto ao resto, não fumo nem leio revistas cor-de-rosa. E o café no trabalho é gratuito.

  15. Bom, é um debate inútil, mas divaguei sobre o mesmo no fantastico.com.pt (o servidor, para não variar muito, está em baixo…).

  16. pventura diz:

    Dá alimento a um gato, e logo aparece um segundo

    in “Máximas dos Játacas, 137”

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s