Opinião: “O Pacto da Meia-Noite” de David Whitley

O Pacto da Meia-Noite
David Whitley

Editora: Presença
Nº de Páginas: 304

Sinopse: Agora é uma cidade secreta onde tudo pode ser vendido e comprado – bens, pessoas, emoções… O acaso reúne Mark e Lily, dois jovens que foram vendidos como servos. De início, o seu único objectivo é trabalhar e sobreviver. Mas, gradualmente, vão compreendendo que podem alterar o seu destino e o da própria cidade, ajudando a libertar o seu povo. Mas irão as forças ocultas que os vigiam deixar que os seus planos se coroem de êxito? Conciliando aventura, thriller político e fantástico, este é um romance brilhante, na senda dos grandes clássicos de C. S. Lewis ou Philip Pullman.

Opinião: David Whitley é um jovem autor que em 2005 ganhou o prémio Cheshire Prize for Literature. Depois de ter lido esta obra, consegui perceber o porquê. Um livro de uma imaginação fantástica, de um enredo de nos prender à leitura e que vai pondo à prova todos os conceitos que temos relacionados com elementos da nossa personalidade e da forma como nos relacionamos com os outros.

Numa cidade em que se pode vender tudo, até mesmo a vida, vemo-nos deparados com duas crianças que desde cedo começam a mexer com os conceitos predefinidos da cidade. Agora é uma cidade onde para se ter algo, tem que se dar outro algo em troca. Não há dinheiro, há sim a constante troca de bens. É regida no conceito de equitatividade e quem tentar mexer com a estabilidade desse conceito é visto com maus olhos.

Aos treze anos, já se é adulto. E quando se chega a esta idade, a suposta noção de liberdade não é nada mais nada menos que uma utopia. Como se pode ser livre se para se poder ter algo tem que se dar algo em troca? Como se pode dar algo em troca se não se vender a alguém para poder ganhar esse algo? E tudo é feito à base de contratos. Uma simples troca comercial envolve um contrato. Um simples acordo de palavras, envolve um contrato.
Até ao dia em que Lily se pergunta porque é que não se pode dar nada sem se receber nada em troca. E é aqui que um novo conceito de caridade chega à população de Agora.
Do lado de Mark, que foi vendido pelo pai por remédios para a sua doença, este torna-se algo completamente inesperado aos olhos da sociedade. Será que estes factos têm algo a ver com o Pacto da Meia-Noite? Que poderão fazer estas crianças para deixarem os responsáveis de Agora tão inquietos?

Um livro sensacional, com uma escrita simples, fluída e cativante, criativa, sem exagerar nas descrições, e perfeitamente explorada. Consegue transmitir de forma clara os cenários, o que faz com que nos transportemos de bom grado para aquele mundo vendo as personagens a deslizarem na nossa mente.
Gostei imenso do conceito de Agora, a cidade isolada em que é suposto não existir nada fora das muralhas da cidade. O mistério que é criado à volta do Directório em que, supostamente, as pessoas que lá vão desaparecem.
Mas o que me marcou ainda mais, foram os sentimentos e as lutas de Lily e Mark que, levando vidas tão diferentes, os seus caminhos vão-se cruzando e divergindo, mas a sua amizade nunca quebra.
O fim, deixa imenso em aberto e não pude deixar de ir logo investigar se haveria continuação. E vai haver! No início da leitura não sabia, mas este é o primeiro livro de uma trilogia, que promete ser de grande qualidade.

Esta entrada foi publicada em Uncategorized. ligação permanente.

5 respostas a Opinião: “O Pacto da Meia-Noite” de David Whitley

  1. Parece interessante e quando poder vou comprar para ler.

  2. pventura diz:

    Parece ter um conceito interessante. Talvez uma fábula do consumismo/materialismo?

  3. Pingback: Esta semana (31.07.2010) « Rascunhos

  4. Wach diz:

    Estou com uma raiva do autor… pensava que era único e chega-se ao fim e fica tudo em aberto… cada uma😛
    Gostei bastante do livro leitura simples mas que faz pensar

  5. Uander diz:

    me respondam esse pacto tem alguma coisa haver com o corvo ou algo chamado corvóres??

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s