Opinião: Wicked lovely – Amores Rebeldes

A literatura fantástica está na moda. Já não é vista como sendo apenas para crianças e já muitos perderam a vergonha de andar com livros deste género nas mãos.
Entre vampiros, lobisomens, feiticeiros e anjos existe também espaço para as fadas.
Quando se pensa nestes seres, uma das primeiras imagens que nos vem à cabeça, é talvez a Sininho da Disney.
Wicked lovely – Amores Rebeldes é o primeiro de uma série de livros sobre fadas. Apesar de nos serem apresentados vários tipos, a história gira em torno das fadas de Verão.
Melissa Marr apresenta-nos Aislinn, uma jovem que vive com a sua avó e vive sob três regras que jamais pode quebrar. 3) Não olhar para fadas invisíveis; 2) Não falar com fadas invisíveis e 1) Nunca chamar a atenção delas.
Apesar do seu esforço em passar despercebida, Aislinn acaba por ser perseguida pelas fadas invisíveis e como se não bastasse Keenan agora tenta seduzi-la.
Resumindo: é uma história de fantasia urbana cuja escrita é fluída, simples de ler e boa para passar umas horas a relaxar. É um texto mais virado para leitores jovens e por essa razão um leitor mais maduro pode ter dificuldade em relacionar-se devido à imaturidade da personagem principal e enredo pouco activo. Um ponto a favor nesta história é a descrição pormenorizada dos costumes desta espécie de fadas que a autora usa.
Em Portugal a tradução está a ser feita pela Saída de Emergência.

Sinopse: Quando as regras secretas que sempre a tinham protegido deixam de funcionar, de repente está tudo em risco: a sua liberdade; o seu melhor amigo, Seth; a sua vida; tudo. Intrigas sobrenaturais, amores mortais, e confrontos entre reis antigos e expectativas modernas cruzam-se no enredo deste espantoso conto de fadas que Melissa Marr imaginou para o século vinte e um.

Título: Wicked lovely – Amores Rebeldes
Título ogirinal – Wicked lovely
Autora: Melissa Marr
Chancela: Saida de Emergência / 2010
ISBN: 9789896372583
Núm. páginas: 288

Outros títulos já publicados:
Wicked Lovely – Tatuagem
Wicked Lovely – Frágil Eternidade

Esta entrada foi publicada em Literatura Fantástica com as etiquetas , , . ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s