VOLLÜSPA – Vinheta de Marcelina Gama Leandro

A primeira vinheta do dia já está disponível;) Mergulhem neste história de Marcelina Gama Leandro, uma das autoras publicadas na Vollüspa!

Os paralelepípedos tumulares no período pré-espacial do homo sapiens 

Marcelina Gama Leandro

O sol brilhava intensamente, turvando-lhe a visão antes mesmo de sair da sombra da tenda. Com os óculos de protecção UV, chapéu e luvas, equipada sem deixar um centímetro de pele a descoberto, a Drª. Violet avançava em direcção às escavações dos túmulos recentemente descobertos. Em passo acelerado fugia do sol abrasador que tostava toda a superfície terreste desde a última chuva de meteoritos que alterara bruscamente todo o clima.

Assim que chegou perto das escavações saltou para dentro dos enormes buracos que tinham sido abertos pela sua equipa, entranhando-se no corredor que a levaria até a um dos paralelepípedos tumulares descobertos. Assim que chegou à câmara onde a atenção dos seus arqueólogos se concentrava, a equipa separou-se para a deixar passar, possibilitando uma visão geral de toda a descoberta.

A Drª. Violet retirou a máscara e o chapéu, destapando todo o rosto, e começou a ditar para o comunicador central o que poderia ser a descoberta mais importante de toda a sua carreira.

Homo sapiens que pela estrutura será da época pré-espacial, em posição fetal, sobre um paralelepípedo suportado por quatro paus. – Deu um passo em direcção ao centro do espaço. – Esqueleto em boas condições sem indício de ter havido contaminação. – Deu mais um passo em direcção do esqueleto. – Homo sapiens encontra-se envolto em tecidos, com objectos decorativos nos pulsos e no pescoço. – A Drª. Violet viu entretanto algo que a intrigou envolto nos braços do homo sapiens. Aproximou-se mais e mais até quase se encostar ao paralelepípedo elevado do chão pelos simples paus e que suportava o corpo, com a mão envolta na luva protectora, puxou o estranho objecto dos braços do esqueleto e com muito cuidado para este não se desfazer, pousou-o sobre o tecido que cobria o paralelepípedo. Tirou um pincel de pelo de Genhor de um dos bolsos e limpou gentilmente a superfície. Com esforço tentou lembrar-se das suas aulas de idioma antigo, soletrando:

– V-o-l-l-ü-s-p-a.

Podem comprar a Vollüspa aqui!

Autora:

Site: ?

Obra: Conto no Jornal Conto Fantástico n.º1/2, Conto na Antologia de Contos de Literatura Fantástica Edita-me, Conto na Vollüspa. (Brevemente será editado com informação mais precisa)

Esta entrada foi publicada em Uncategorized com as etiquetas , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , . ligação permanente.

Uma resposta a VOLLÜSPA – Vinheta de Marcelina Gama Leandro

  1. Pelos visto a Vollüspa foi feita para durar…

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s